Editorial

Prezado(a) professor(a),

Após um ano de intensas atividades e a necessidade de colocar nossa casa/sede em ordem, a Apropucc inicia o ano de 2015 com participação ativa no planejamento da Universidade, passando em cada Centro, escutando e deixando seu recado.

As informações a seguir pretendem ser um estimulante para a confiança e fortalecimento da participação docente nos próximos meses, dados os desafios de nossa realidade e das perdas que podem significar — para todos nós, trabalhadores — os impasses e retrocessos na atual conjuntura política.

A Diretoria da Apropucc é consciente do quanto o modelo neoliberal tem desarticulado a organização dos trabalhadores, impondo suas regras e valores também às universidades e demais centros educativos, contribuindo, assim, para a precarização do trabalho docente e a baixa qualidade da Educação no país.

Por essa razão, estamos empenhados em assegurar uma forma de comunicação mais eficiente para que a desinformação não contribua ainda mais para fortalecer esse cenário.

A Apropucc, como Organização por Local de Trabalho, entende que está pronta para ouvir a categoria e seguir uma agenda de intervenção propositiva.

Este é o primeiro boletim da Apropucc no ano de 2015. Outros virão e, esperamos, que sejam ainda mais representativos da interlocução docente.

Ednilson José Arendit – Presidente

Artigos relacionados

informativos

Diretoria da Apropucc divulga nota em defesa da Greve Nacional

A Apropucc divulgou nota pública nesta quinta-feira (30) sobre o movimento de Greve Nacional convocado pelas Centrais Sindicais contra a Reforma da Previdência. Confira abaixo a íntegra do documento:

informativos

Brasil caminha na contramão do cumprimento dos objetivos da ONU

Neste mês (11), cerca de 40 entidades da sociedade civil, integrantes do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para Agenda 2030, divulgaram o Relatório Luz 2018. A publicação traz os

informativos

Seminário Nacional “Outros Outubros Virão”

Estarão em debate questões como a democracia socialista e o desenvolvimento das forças produtivas num país relativamente atrasado, além do seu importante legado aos trabalhadores, às nações e à humanidade.

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!