Temer suspende programa nacional de combate ao analfabetismo

Temer suspende programa nacional de combate ao analfabetismo

Depois de suspender contratações do Minha Casa Minha Vida e suspender novas vagas para Pronatec e Fies, o governo interino bloqueou o sistema de cadastro para o sistema que ensinaria 13 milhões de pessoas a ler e escrever pelo programa Brasil Alfabetizado, criado por Lula em 2003

O governo interino do presidente Michel Temer suspendeu novos cadastros para o Brasil Alfabetizado, programa criado por Lula em 2003 para combater o analfabetismo no país. Depois de cortes no Minha Casa Minha Vida e de suspensão de novas vagas para Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) , o governo bloqueou o cadastro no sistema de novos alunos no programa que ensinaria a ler e escrever a demanda de mais de 13 milhões de pessoas analfabetas que ainda existem no país.

Estados e municípios, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, relataram o bloqueio e a suspensão do repasse para a execução do programa e a informação foi confirmada pelo Ministério da Educação via Lei de Acesso à Informação a uma cidadã que questionou a pasta.

“Até o momento não há previsão de reabertura do Sistema Brasil Alfabetizado para ativação de novas turmas”, respondeu o ministério.

Referência para a área da educação e elogiado por especialistas, o programa reduziu a taxa de analfabetismo de 12,4% da população em 2002 para 8,3% em 2014.

Atualmente, 168 mil alunos estão cadastrados no atual ciclo, iniciado no ano passado. A pasta chefiada por Mendonça Filho rebateu, no entanto, e afirmou que o programa está em execução, mas que não há previsão para a abertura de novas turmas.

Até 2013, o programa mantinha ciclos de ao menos 1 milhão de alunos por ano.

Fonte: Portal Fórum

Obs.: A Apropucc condena a atitude do presidente interino, Michel Temer, de suspender o Programa Brasil Alfabetizado diante de um país que possui as piores taxas de analfabetismo da América do Sul. Entendemos que esse é mais um dos inúmeros golpes dirigidos à Educação Pública, em especial, à população mais pobre.

Artigos relacionados

Notícias

Fepesp no Congreso de Juízes do Trabalho: Em defesa da homologação no Sindicato

A homologação no Sindicato deve ser respeitada, ‘sob pena de haver retiradas de direitos trabalhistas e enfraquecimento da organização sindical laboral’. No 19º Congresso Nacional dos Magistrados da Justiça do

Notícias 0 comentários

Consulta Nacional sobre Reformas e Auditoria da Dívida

A grande mídia só fala em “déficit” da Previdência e necessidade de contrarreformas que destroem seu direito à aposentadoria, além de outros direitos sociais e trabalhistas. Na realidade, a Seguridade

Notícias

Recesso de Fim de Ano (2015)

O final do ano está se aproximando e por hábito a PUC-Campinas reduz o período de atividade. Desta forma, a Apropucc decidiu iniciar o recesso no dia 21 de dezembro/2015

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!