Sinpro: em pauta a Prestação de Contas e a devolução do Imposto Sindical

O Sindicato dos Professores de Campinas e Região convoca todos os professores de sua base territorial a participarem, no dia 10 de junho (sábado), às 9h, da Assembleia Geral Ordinária de Prestação de Contas do balanço financeiro executado em 2016 e das atividades desenvolvidas pela diretoria do Sindicato no mesmo período.

A diretoria conta com a presença da categoria, quando os professores conhecerão a síntese de todo o trabalho desenvolvido pelo Sindicato em 2016.

Devolução do Sindical

Outro ponto de pauta da assembleia será a análise e deliberação sobre a devolução do Imposto Sindical de 2017 para os professores sindicalizados, uma vez que houve uma forte queda na receita do Sindicato em razão da proibição pela Justiça da cobrança da contribuição assistencial, a maior fonte de arrecadação e sustentação do Sinpro.

A Assembleia de Prestação de Contas acontece a partir das 9h, na sede do Sinpro Campinas à Av. Profª Ana Maria Silvestre Adade, 100, Parque das Universidades. Mais informações pelo telefone (19) 3256-5022, ou pelo e-mail: sinprocampinas@sinprocampinas.org.br

assembleia_site-213x300 (1)Fonte: Sinpro Campinas e Região

Artigos relacionados

informativos

Fepesp lança livro mostrando como a educação superior privada tornou-se um negócio lucrativo e de baixo risco no Brasil

A Federação dos Professores do Estado de São Paulo-Fepesp reuniu os melhores especialistas e comentaristas sobre Educação para compreender as mudanças estruturais que vem ocorrendo nas últimas décadas no âmbito

informativos 0 comentários

Apropucc vai às ruas no Dia Internacional de Luta do Trabalhador

Apropucc e Sindicato dos Professores de Campinas e Região protestam contra projeto de lei que amplia a terceirização e iniciativa de ajustes fiscais do governo federal A diretoria da Apropucc

informativos

7 pontos da Reforma Trabalhista que tornarão a vida do trabalhador brasileiro um inferno

No próximo dia 11 de novembro, a lei da Reforma Trabalhista passa a valer em todo país. Saiba algumas mudanças que farão um inferno na vida do trabalhador brasileiro. Os

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!