Planos de Saúde da Unimed terão reajuste de 15,2% a partir de 1º de agosto

Os professores usuários do plano de saúde da Unimed terão seus contratos reajustados em 15,2% a partir de 1º de agosto. O índice foi autorizado pela assembleia do dia 6 de junho.

Após várias rodadas de negociação junto à Unimed chegamos ao índice de reajuste considerado limite pelos professores. “Analisamos que a negociação foi vitoriosa, se considerarmos que a proposta inicial era de 21% de reajuste. O índice ficou também abaixo da inflação médica que era superior a 18%”, disse André Campos, diretor do Sinpro Campinas e Região responsável pelas negociações.

O percentual de coparticipação para consultas e exames foi mantido em 30%, com teto máximo de R$ 320,32 de gasto por mês.

O boleto com o novo valor, com reajuste de 15,2%, virá somente no mês de agosto.

Fonte: Sinpro Campinas e Região

Artigos relacionados

Notícias

Ato contra aumento da tarifa: Isso é exploração! R$4,50 não!

“Isso é exploração! R$4,50 não!” é o tema do ato contra o reajuste da tarifa de transporte em Campinas, que será realizado amanhã (8), a partir das 17h, no Largo do

Notícias 0 comentários

Documentário: “Terceirizado, um trabalhador brasileiro”

No momento atual em que o argumento da moralidade esparrama pelo país, nada mais oportuno que examinar o fenômeno da terceirização, sobretudo pela coincidência de que nesse mesmo momento o

Notícias

Fepesp disponibiliza material sobre a Reforma Trabalhista

A Fepesp (Federação de Professores do Estado de São Paulo) disponibilizou no seu site material “Resistir aos Ataques da Reforma Trabalhista”. O documento serve de subsídio para orientar os professores no

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!