Filme e debate no MIS relembram os 90 anos das execuções de Sacco e Vanzetti

Dia 23/08 (quarta-feira) às 19h, no Museu da Imagem e do Som de Campinas (MIS) será exibido o filme Sacco e Vanzetti (1971).

Em 23 de agosto de 1927 Nicolau Sacco e Bartolomeu Vanzetti foram executados na cadeira elétrica numa prisão estadunidense. Um caso flagrante de erro judicial que causou enorme indignação internacional. Manifestações de protesto ocorreram em todo o mundo, inclusive no Brasil.

Mesmo sem provas, eles foram condenados à morte. A principal razão desta sentença injusta foi o preconceito social. Os dois eram imigrantes italianos e anarquistas. Na época, os Estados Unidos viviam em meio a uma onda anticomunista. Milhares de militantes de esquerda acabaram sendo presos e centenas deportados.

O filme Sacco e Vanzetti, drama político ítalo-francês de 1971, dirigido por Giuliano Montaldo, trata desse episódio trágico da história estadunidense. Estrelado por Gian Maria Volonté e Riccardo Cucciola, ganhador do prêmio de melhor ator em Cannes. Outro destaque é a belíssima trilha sonora feita pelo maestro Ennio Morricone e interpretada por Joan Baez.

Durante a ditadura militar o filme foi proibido no Brasil e somente pode ser exibido em 1980, quando do início do processo de abertura política.

Sacco e Vanzetti (1971)

Um filme de Giuliano Montaldo

Estrelando Gian Maria Volonté e Riccardo Cucciola, ganhador do prêmio de melhor ator em Cannes.

Música: Ennio Morricone e Joan Baez

Organização

O MIS fica na Rua Regente Feijó, 859 – Centro – Campinas.

A promoção do evento é da Fundação Maurício Grabois (FMG), Instituto João Zinclar (IJZ), Associação dos Professores da PUC-Campinas (Apropucc), Sindicato dos Professores de Campinas e Região (Sinpro), Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp (STU), Sindicatos dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo e União da Juventude Socialista (UJS). E o apoio é do Museu da Imagem e do Som (MIS), Museu da Cidade (Muci), Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Campinas (SMCC).

filme sacco vanzetti convite digital

Artigos relacionados

informativos

“Plano Temer e a Educação Privada: mais privatização, mais recursos públicos e menos regulamentação”, por Maria Clotilde Lemos Petta

Antes mesmo do afastamento da presidenta Dilma Rousseff, a Contee e inúmeras entidades sindicais já denunciavam as medidas antidemocráticas que seriam aplicadas pelo governo golpista de Michel Temer. Abaixo compartilhamos

informativos

“Grandes grupos econômicos estão ditando a formação de crianças e jovens brasileiros”

Em entrevista publicada no site Brasil de Fato, o reitor da Universidade Federal do Rio (UFRJ) fala sobre a preocupação com a mercantilização da Educação. Confira abaixo essa reportagem de

informativos

Pesquisa da Fepesp será apresentada em Congresso Educacional em Cuba

A pesquisa exclusiva realizada pela Federação dos Professores do Estado de São Paulo – Fepesp em novembro passado (Uso de tecnologia dentro e fora das salas de aula – 2016)

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!