8ª Semana da Educação de Campinas

Programacao-semana-da-educacao-2017Pensar em caminhos possíveis na busca de uma educação de qualidade para todos. Esta é a reflexão que a 8ª Semana da Educação de Campinas pretende despertar com uma programação que inclui 22 atividades gratuitas. Os eventos são voltados aos mais diversos públicos, que vão desde especialistas e profissionais da educação, até a população em geral interessada no tema.

A 8ª edição da Semana da Educação de Campinas é realizada pelo Compromisso Campinas pela Educação (CCE) através do Departamento de Educação da Fundação FEAC. A iniciativa reúne mais de 20 parceiros institucionais que tornam possível a execução de toda a programação, que acontece de 28 de setembro a 04 de outubro em diversos pontos da cidade.

Com o tema “Possíveis caminhos, soluções possíveis”, o objetivo da Semana da Educação é alcançar o maior número de pessoas. Para isso, a agenda de eventos vai além de palestras, painéis e oficinas e contempla ainda outras formas de linguagens como arte e cultura para abordar o tema educação.

Por isso, foram planejados debates, festival cultural, intervenções urbanas, oficinas, conferências, entre outras atividades. Confira a programação completa aqui (http://semanadaeducacao.org.br/programacao/).

Segundo Cláudia Chebabi, gerente do Departamento de Educação da FEAC, os eventos foram pensados de maneira a atrair um público maior. “Temos a expectativa de levar pessoas interessadas nos assuntos relacionados à educação para que tenham acesso a esse tipo de informação: saber sobre as novidades, tendências e possíveis caminhos a serem trilhados para conquistar cada vez mais uma educação de qualidade”, explicou. Ainda pensando na acessibilidade das atividades para o público, serão realizadas ações no sábado (30 de setembro) e domingo (1º de outubro).

Outro ponto importante da elaboração da programação da 8ª Semana da Educação é o envolvimento de parceiros de longa data, participantes de outras edições da Semana e a chegada de novos aliados. De acordo com Cláudia, os envolvidos participam da Semana  como apoiadores, cedendo espaços para a realização das ações, conduzindo atividades da programação ou iniciativas – que ofereçam um caminho ou solução na área educacional – ou ainda  ofertando  algum tipo de serviço, como veiculação gratuita da campanha publicitária que divulga a edição 2017 da Semana da Educação de Campinas.

“Considerando o tão complexo que é o sistema de educação e levando-se em conta que muitas instituições estão de fato atuando e buscando soluções, nossa proposta é que a Semana seja um espaço para que se apresentem iniciativas inspiradoras”, afirmou Cláudia.

Para Cristiane Annunciatto Stefanelli, coordenadora da Fundação Educar DPaschoal, participar da construção coletiva da Semana da Educação é importante, já que a temática vem ao encontro da missão da Fundação Educar. “Colocar a educação em debate com atores fundamentais para alcançarmos a qualidade é necessário e muito significativo para a cidade e, a Semana, é mais uma oportunidade para reflexão”, avaliou.

São patrocinadores da edição 2017 da Semana da Educação a Fundação FEAC, o Iguatemi Campinas e a Fundação Educar DPaschoal.

Os parceiros institucionais da 8ª Semana da Educação de Campinas são Sesc, Senac, Ecobrinquedoteca, Todos Pela Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), Ministério da Educação, Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Mozilla, Boomera, USP, Escola do Futuro da USP, Unicamp, Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), Centro Nacional de Referência em Tecnologia Assistiva (CNRTA), Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral (Gepem), Câmara Municipal de Campinas, Videocamp, Prefeitura Municipal de Campinas, Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e Explorum.

Campanha

A Campanha Publicitária da 8ª Semana da Educação foi criada pela Agência Sala. As peças convidam a população de Campinas e região para participar dos diversos eventos que pretendem apontar caminhos e soluções possíveis para se alcançar uma educação com qualidade e acessível para todos. As peças publicitárias são filme para TV, spot para rádio, anúncios de mídia impressa, outdoor, além de cartaz, folder e materiais on-line a serem divulgados em portais de internet e redes sociais.

Para a divulgação da campanha, mais uma vez a mídia de Campinas gentilmente cedeu espaços em suas programações. As empresas parceiras que apoiam a 8ª Semana da Educação são Grupo Bandeirantes de Rádio e Televisão; Portal campinas.com.br; Rede Anhanguera de Comunicação (RAC) – publicadora do jornal Correio Popular; as emissoras de Rádio Brasil Campinas, Globo-CBN,  Educativa e  Central, além das TVs Câmara,  TVB Record e EPTV Campinas. Clear Channel e Sim Mídia  também cedem espaços para veiculação de outdoor e filme em salas de cinema, respectivamente. O Iguatemi Campinas também apoia a divulgação da Semana com cartazes espalhados pelo centro de compras.

A Semana da Educação de Campinas faz parte do calendário oficial do município, segundo a Lei nº 14.045, de 07 de abril de 2011.

 

SERVIÇO

Saiba mais sobre a 8ª Semana da Educação de Campinas em www.semanaeducacao.org.br

8ª Semana da Educação de Campinas

Data: 28 de setembro a 04 de outubro

Informações: (19)3794.3511 – comunicacao@feac.org.br – dcom@feac.org.br

Fonte: Compromisso Campinas pela Educação

Clique aqui para acessar a programação completa do encontro.

Artigos relacionados

Notícias

Em reunião, professores decidem participação em atividades em 13/08

Em encontro no Sinpro, professores deliberaram pela participação nas manifestações do dia 13 de agosto, em defesa da Educação e da Aposentadoria. No ato das centrais, às 17h, os docentes

Notícias

Entidades divulgam Manifesto em Defesa da Escola Democrática

Entidades divulgam manifesto em defesa da escola democrática que faz uma dura crítica ao projeto de lei que pretende criminalizar a prática docente e transformar o espaço escolar num campo do

Notícias

Artigo: Por uma nova Conclat. Guerra é Guerra!

Podemos começar desde já a defender que o movimento sindical precisa de uma nova CONCLAT, a Conferência Nacional da Classe Trabalhadora – porque guerra é guerra!’.   por João Guilherme

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!