Nota de Pesar: Diretor do Sinpro, Antonio Luiz, falece aos 74 anos

É com muita tristeza e emoção que comunicamos o falecimento do companheiro de luta Atonio Luiz Carvalho e Silva, professor Tó, ocorrido no dia 21 de maio.

Professor de sociologia, foi diretor do Sinpro Campinas e região e responsável pela subsede do Sindicato em Limeira, cidade onde atuava.

O presidente do Sinpro, Carlos Virgilio Borges, o Chileno, lembra saudosamente da maneira a qual o professor contava suas histórias. “As reuniões que contavam com Antonio, professor Tó, eram diferentes. Ele pedia a palavra e vinha uma aula de marxismo, era impressionante como ele falava, nos pontuava sobre o momento que vivíamos. Sua história na batalha da Maria Antonia, de 1968, me marcou pela maneira como ele me contou: ‘Chileno, se alguém que esteve lá e diz que não apanhou, é porque não estava…’ Saudades desse amigo, que até o fim esteve junto, fazendo questão, mesmo com os problemas que enfrentava, de estar nessa nossa atual gestão!”

O Sinpro lamenta a grande perda do companheiro que se comprometeu com a defesa de uma educação de qualidade para todos e de melhores condições de trabalho para a categoria. Seus ideais e lutas jamais serão esquecidos!

Antonio Luiz, presente!

 

 

 

Fonte: Sinpro Campinas

Artigos relacionados

informativos

Abaixo-assinado: pais, estudantes, professores e gestores rejeitam Lei da Mordaça

Tramita na Câmara Municipal de Campinas o projeto do grupo que se autodenomina “Escola sem partido”. O projeto é de autoria do vereador Tenente Santini (PSD). Entre outras restrições, esse

informativos 0 comentários

Posse da diretoria reafirma luta em defesa dos interesses dos professores

A tarde desta quinta-feira (18) foi marcada pela posse da nova diretoria da Apropucc. A comemoração realizada na sede da entidade foi prestigiada por dirigentes sindicais, diretores de faculdades, coordenadores

informativos

Reforma trabalhista: entenda o que muda para o trabalhador

Proposta revoga 18 pontos da CLT e prevê terceirização, flexibilização da jornada, fatiamento das férias e fim da contribuição sindical O relator da Reforma Trabalhista, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), apresentou

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!