Educação Básica e Superior: Reajuste já está valendo

Os professores de Educação Básica e Superior já devem ter os salários reajustados referentes ao mês de junho em 2.14%. O percentual também deve ser aplicado no salário de férias e no adicional de 1/3 de abono.

Educação Básica:

O reajuste é de 2,14%, retroativo a março. Se a escola optar pelo não pagamento da Participação nos Lucros de 15% em outubro, o reajuste é de 3,39%, também retroativo ao mês de março.

Piso salarial – Educação Básica 

Os valores dos novos pisos salariais a partir de março de 2018 são os seguintes:

►professores de educação infantil em escolas que só têm educação infantil: R$ 1.220,16 (22 horas semanais)

►professores de educação infantil e ensino fundamental até o 5º ano: R$ 1.363,52 (22 horas semanais)

►professores do ensino fundamental do 6º ao 9º ano: R$ 16,17 por hora-aula

►professores do ensino médio no período noturno: R$ 16,17 por hora-aula

►professores do ensino médio: R$ 17,95 por hora-aula

►professores de ensino técnico de nível médio e de formação inicial e continuada de trabalhadores: R$ 16,71 por hora-aula

►professores de cursos pré-vestibulares: R$ 24,53 por hora-aula

Todos esses valores devem ser acrescidos de 5% de hora-atividade. Quem é horista, recebe ainda 1/6 de Descanso Semanal Remunerado. A hora-aula no período diurno é de 50 minutos e no noturno, 40 minutos.

Cartão alimentação

O cartão alimentação entregue aos professores em substituição à cesta básica deve ser reajustado pelo INPC-Ibge (1,81%). O valor não pode ser inferior a R$ 90,61 e é retroativo a março. As diferenças devem ser creditadas em julho.

Educação Superior: 

A Convenção Vale por dois anos,  em 2018 o reajuste segue a média inflacionária de  2,14%. Em 2019, o reajuste também será estipulado pela média dos índices inflacionários entre março/2018 e fevereiro/2019. As instituições que optarem pela alteração no plano de saúde devem acrescer 0,86% em março/2019.

Fonte: Sinpro Campinas

Artigos relacionados

informativos

Jornal do Sinpro passa a ter apenas sua versão digital

Professor, Professora, o Jornal do Sinpro está mudando a sua forma de chegar até você com as notícias da categoria e da conjuntura nacional. Acompanhando a tendência da comunicação digital

informativos

Campanha Salarial 2016

A Federação dos Professores do Estado de São Paulo (Fepesp) se reuniu na última segunda-feira (22) com o Sindicato das Mantenedoras do Ensino Superior (Semesp) para discutir as propostas de

informativos

Vídeo do Conselho Nacional de Saúde diz que “O SUS não pode morrer”

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) divulga vídeo sobre a campanha “O SUS não pode morrer”, explicando que o Sistema Único de Saúde (SUS), instituído pela Constituição de 1988, é

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!