Candidatos a deputado federal se enfrentaram em debate na PUC-Campinas

A Apropucc, Sinpro Campinas e PUC-Campinas promoveram nos dias 17 e 18 de setembro à noite, um debate entre candidatos à Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, respectivamente.

No primeiro dia foram convidados os candidatos Dr. Jorge Venâncio Livre (PPL), Marcela Moreira (PSOL), Márcio Pochmann (PT), Patrícia Lélis (PROS), Guilherme Campos (PSD), Luiz Carlos Rossini (PV), Evandro Graton (REDE), José Ferreira Campos Filho – Dr. Campos (PDT), Rivaldo dos Santos Silva (PCO) e Juliana Augusto Cardoso (PR).

O programa foi dividido em blocos, com espaço para os candidatos responderem perguntas sobre fiscalização do dinheiro público, Reforma da Previdência, Preservação do Patrimônio Público, Ciência e Tecnologia, Lei de Resíduos Sólidos, Desmonte do Ensino e Saúde Públicas, Ecologia e Cultura, entre outros temas.

Os candidatos também fizeram perguntas entre si com temas livres e responderam perguntas da plateia.

O ponto alto do debate foi a discussão sobre as falhas no encaminhamento da CPI do Hospital Público Ouro Verde, propostas de como melhorar a assistência no SUS e o combate ao congelamento de verbas públicas e investimentos em equipamentos sociais impostos pelo governo de Michel Temer (MDB).

As discussões sobre a descriminalizações do aborto e da maconha também geraram bastante polêmicas dividindo as opiniões dos candidatos, trazendo à tona pontos de vistas políticos e religiosos. Surgiu ainda os posicionamentos sobre o projeto “Escola Sem Partido”, que visa cercear o direito dos professores discutir em sala de aula temas sociais ligados ao cotidiano dos estudantes.

Foi consenso entre os candidatos que o país é recordista em desigualdades e que o desemprego crescente está aprofundando esse abismo social. Várias propostas foram apresentadas para combater essa triste situação.

Apesar das soluções e ideias contraditórias, o espírito democrático e o respeito entre os candidatos e candidatas se manteve presente ao longo do evento.

O debate foi realizado no Auditório Dom Gilberto, no campus I da PUC-Campinas com transmissão ao vivo para o campus II.

A diretoria da Apropucc se orgulha de ser protagonista na organização de mais um debate eleitoral para discutir com a comunidade acadêmica e a população os dilemas da sociedade.

A eleição será realizada dia 7 de outubro (domingo).

Artigos relacionados

Notícias

A educação na Constituição mais democrática do país

Elaborada por parlamentares eleitos democraticamente e contando com a participação de entidades do movimento popular, a Constituição de 1988 foi a mais democrática da história brasileira e a mais detalhista

Notícias

DIAP e Anfip lançam livro sobre a reforma da Previdência

Em meio às manifestações contra a reforma da Previdência (PEC 287/16) do governo Michel Temer (PMDB), o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) e a Associação Nacional dos Auditores Fiscais

Notícias

Licença sem remuneração não deve atender aos interesses das escolas

O Sinpro Campinas e Região tem recebido denúncias de professores que estão sendo levados a solicitar licença sem remuneração para atender aos interesses das instituições do Ensino Superior e da

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!