Apropucc vai as ruas no Dia Internacional de Luta do Trabalhador

Apropucc e Sindicato dos Professores de Campinas e Região protestam contra projeto de lei que amplia a terceirização e iniciativa de ajustes fiscais do governo federal

A diretoria da Apropucc compareceu ao ato do Dia Internacional de Luta do Trabalhador, 1o de Maio.

A entidade se juntou aos movimentos sindicais e sociais de Campinas para lutar contra o projeto de lei que amplia a terceirização, as Medidas Provisórias 664 e 665 – que reduzem direitos como seguro desemprego, pensão, auxílio saúde etc.– e o ajuste fiscal do governo federal.

E os professores atenderam ao chamado das centrais sindicais como forma de dar resposta aos ataques aos direitos e conquistas da classe trabalhadora.

Também estão na pauta dos professores as defesas do desenvolvimento econômico-social e da valorização do trabalho do professor, além do combate à privatização dos serviços públicos.

Nenhum direito a menos!

Sobre o autor

Artigos relacionados

informativos

Reforma trabalhista: entenda o que muda para o trabalhador

Proposta revoga 18 pontos da CLT e prevê terceirização, flexibilização da jornada, fatiamento das férias e fim da contribuição sindical O relator da Reforma Trabalhista, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), apresentou

informativos

Nota da Apropucc em Defesa do Estado Democrático de Direito

A Apropucc desde a sua fundação, em 1978, se colocou em defesa da democracia. Então, diante da atitude do presidente Bolsonaro, de incentivar o fim da separação e independência dos Poderes Executivo,

informativos

A crise forjada da Previdência

De maneira objetiva a professora e pesquisadora do Instituto de Economia da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), desvela o discurso oficial que sustenta, contabilmente, que a Previdência Social

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!