Ser Professora | Ivete Cardoso Roldão: docência e comprometimento

Ser Professora | Ivete Cardoso Roldão: docência e comprometimento

Não é de hoje que os professores e professoras da PUC-Campinas utilizam mais do que seus conhecimentos técnicos para entregar aos alunos o melhor conteúdo.

Independente das condições de trabalho, esses docentes reinventam sua didática e desafiam os estudantes a construírem uma visão integrada da realidade.

Orientados por nossa missão de valorizar o professor e a professora, a Apropucc incentiva o protagonismo desses docentes e oferece um espaço para divulgação de projetos que destacam o saber/fazer científico.

Para inaugurar essa nova frente de reconhecimento dos projetos cidadãos da Universidade, destacamos a professora Ivete Cardoso Roldão, que há 32 anos dá aulas na Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas. Ela é jornalista e mestre em Educação pela PUC-Campinas e Drª em Ciências da Comunicação pela ECA/USP.

Ivete ministra disciplinas ligadas à área audiovisual, como radiojornalismo, telejornalismo e produção audiovisual para a Internet, e de Metodologia de Pesquisa para Projeto Experimental.

Como educadora, Ivete compreende o seu papel fundamental no desenvolvimento e crescimento profissional de cada estudante, dentro e fora da universidade. “Nessas disciplinas de audiovisual eu sempre procuro ampliar um pouco o conhecimento deles fazendo, de certa forma, reportagens que visem uma outra visão de mundo, não só o institucional, mas que eles busquem sempre entrevistar um leque para dar uma pluralidade de vozes nos materiais que eles produzem, explica a professora.

Ao longo da sua carreira como professora da PUC-Campinas, sempre buscou facilitar projetos práticos que estimulem as potencialidades e a assimilação de conhecimentos através de reflexões e práticas desses futuros jornalistas.

Jornalismo e Cidadania

Não há dúvida de que experimentar é importante para o aprendizado do aluno. E na disciplina de Laboratório em Jornalismo, em parceria com a professora Amanda Artioli, ela coloca essa máxima em prática. Elas orientam os alunos do 5º semestre na produção do programa Giro RMC da Rádio Brasil, que vai ao ar toda manhã de sábado, das 9 às 10h. O programa é fruto da parceria entre a Faculdade de Jornalismo da PUC-Campinas e a Rádio Brasil da Arquidiocese Metropolitana de Campinas.

A Apropucc defende que a universidade deve assumir o seu papel social perante à sociedade, sendo um espaço plural e inclusivo. Para que isso aconteça é necessário incorporar o ensino teórico à prática pedagógica, aproximando o saber científico da realidade da população.

Para a Apropucc é importante promover a valorização do professor e da professora, reconhecendo-os como parte fundamental no processo de ensino-aprendizagem. Porque um dos nossos maiores legados como educador contemporâneo é poder contribuir de forma significativa para a formação desses jovens por meio da aprendizagem social.

A iniciativa e comprometimento da professora Ivete, em propiciar aos alunos condições para observarem seus talentos e refletirem sobre as condições reais do mercado de trabalho, é louvável e merece todo o nosso reconhecimento e apoio.

Diretora da Apropucc dá entrevista aos estudantes sobre trabalho remoto

No dia 02/05, a diretora da Apropucc e professora da Faculdade de Psicologia da PUC-Campinas, Liliana Lima, foi entrevistada pela estudante de Jornalismo, Carol Rizzieri Romano, no programa Giro RMC, orientado pela professora Ivete. Na pauta estava o debate sobre os desafios e perspectivas dos professores frente ao novo modelo de aula por atividade remota.

Confira a matéria na íntegra.

Artigos relacionados

Destaques

Campanha de Vacinação contra a Gripe começa 18/05 para professores

A Secretaria Municipal de Saúde determinou que a partir desta segunda-feira (18/05), a Campanha de Vacinação contra a Influenza será direcionada aos professores da rede pública e privada. A vacinação contra

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!