Palestra Virtual traz debate sobre Refugiados da Guerra

José Reinaldo Carvalho

 

A APROPUCC (Associação dos Professores da PUC-Campinas), em parceria com o CES (Centro Nacional de Estudos Sindicais e do Trabalho) e o Sinpro (Sindicato dos Professores) de Campinas e Região, realiza a Palestra Virtual “Refugiados da Guerra”.

A palestra será ministrada pelo jornalista, José Reinaldo Carvalho, na terça-feira (26), às 19h30, na plataforma Zoom com transmissão ao vivo pelas redes sociais das entidades.

Reinaldo é editor internacional do Brasil 247, um dos maiores sites de notícias e de cobertura política do Brasil. É também conferencista, professor e membro da Direção Nacional do Cebrapaz (Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz).

“Toda guerra tem um custo realmente terrível e o posicionamento de Putin, diante da ameaça à segurança nacional e à integridade territorial da Rússia, não é uma posição nova e foi explicitada muitas vezes”, enfatiza o jornalista.

 

 

Fatos

Para o palestrante, o sentimento nacional russo, especialmente após a derrocada da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), é o de que o país está sob constante ameaça da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e dos Estados Unidos. Na época, a Otan se comprometeu com a Rússia de que não expandiria seu domínio para o Leste da Europa e nem para proximidades do território russo, o que não foi cumprido.

Com a continuada expansão da Otan, para as proximidades das fronteiras russas, mesmo com o posicionamento da Rússia na Conferência de Segurança de Munique (2007), reuniões da Otan, do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas), cúpulas bilaterais entre chefes de Estado ocidentais, e os acordos de Minsk, em 2014 e 2015, adotou-se a posição intransigente, por parte dos EUA e seus aliados da Otan, de negar à Rússia o atendimento às suas reivindicações básicas.

 

Crise humanitária

Os refugiados das guerras sofrem muitos preconceitos, os casos mais recentes, da guerra na Síria e em tantos países da África, demonstram a leniência da União Europeia no acolhimento destes grupos.

Na Ucrânia, mais de 1 milhão de pessoas já deixaram o país, de acordo com informações da ONU. “É preciso empenho para que não ocorra a mesma morosidade no recebimento destas pessoas”, destaca José Reinaldo de Carvalho.

 

Um olhar sobre a guerra

Vamos questionar, refletir e debater o conflito bélico na Ucrânia, a partir do recorte de refugiados de guerra.

Que tipo de guerra é essa? Quem são os refugiados e para onde vão?  Quais interesses estão em jogo? Há possibilidade de paz?

O professor da PUC-Campinas, da Faculdade de Ciências Sociais e diretor da APROPUCC, Vitor Barletta Machado, mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo e doutor em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas, será o mediador.

Professora, professor, traga o seu posicionamento para debatermos e ampliarmos a nossa visão sobre esse tema.

 

Agenda

Palestra Virtual “Refugiados da Guerra”

Data/Hora: 26 de abril (terça-feira), às 19h30

Palestrante: José Reinaldo Carvalho

Link de Acesso: https://bit.ly/3KPLBSm (ID da reunião: 829 0079 3650 / Senha de acesso: palestra)

Realização: APROPUCC (Associação dos Professores da PUC-Campinas)

Parceria: Centro Nacional de Estudos Sindicais e do Trabalho e Sindicato dos Professores de Campinas e Região

Artigos relacionados

informativos

I Mostra de Cinema Italiano

Campinas vai sediar até o dia 13 de abril, a primeira edição da Mostra de Cinema Italiano, que contará com a estreia mundial do filme “A Verdade” (Le Verità), do

informativos

Sábado, 25 de março, é dia de assembleia da Campanha Salarial

O Sinpro Campinas e Região convoca os professores da Educação Superior, do Sesi, Senai, das Naves-Mães e de seis entidades conveniadas da Prefeitura (que assinaram acordo coletivo com o Sinpro

informativos

05/04: CES promove palestra sobre Reforma da Previdência

O combate à PEC 287/16 estará em debate na palestra Reforma da Previdência, que será realizada dia 5 de abril (quarta-feira), às 18h30, no salão do Sindicato dos Trabalhadores da

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!