Entenda como funciona o esquema da PEC 241

Entenda como funciona o esquema da PEC 241

A Auditória Cidadã da Dívida é uma associação, sem fins lucrativos, que possui entre os seus objetivos realizar, de forma cidadã, a auditoria da dívida pública brasileira, interna e externa, federal, estaduais e municipais.

A entidade produziu um vídeo explicando como a Proposta de Emenda à Constituição 241, a PEC do Teto, está ligada ao PLS 204/2016, garantindo recursos súplicos para esquema financeiro fraudulento e já declarado ilegal elos órgãos de controle. Essa PEC estabelece um teto para os gastos públicos por até 20 anos impactando, principalmente, nos investimos nas áreas da Saúde e Educação.

Assista ao vídeo e entenda como funciona esse esquema que lesa o estado e enriquece o setor financeiro privado:

Vale destacar que A Auditoria Cidadã da Dívida é uma entidade aberta à participação de todas as entidades e cidadãos preocupados com o agravamento dos problemas nacionais, dentre os quais o endividamento público exerce papel preponderante.

Fonte: Auditoria Cidadã da Dívida

Artigos relacionados

informativos

As perversidades da ‘reforma’ da Previdência e os impactos nefastos para os professores da rede particular

Por Rodrigo de Paula* Todos sabem as condições de trabalho ainda extremamente adversas dos professores brasileiros, especialmente os da rede privada. De modo geral, cumprem jornadas de trabalho exaustivas e,

informativos

Nota de Solidariedade aos Professores Demitidos e de Repúdio ao Desmonte da Educação

A diretoria Apropucc recebeu com indignação o anúncio divulgado pela mídia da demissão coletiva de professores do ensino privado e decidiu expressar solidariedade aos professores demitidos e repúdio ao desmonte da educação.

informativos

“Os marcos de formação e transformação de Campinas” é tema de debate do projeto “Revisitando o Brasil” da Rabeca Cultural

A Rabeca Cultural convida para a conferência online do projeto “REVISITANDO O BRASIL, Viagens Contextualizadas, Do local ao Global/Do Global ao Local.” com o tema “Um passeio pelos marcos de formação e

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!