Nota da Apropucc: Dia Nacional de Paralisação e Luta

cartazes_contee_11_novembroAmanhã (11) haverá manifestações e paralisações em todo o Brasil contra a PEC 241 (que tramita como PEC 55 no Senado) e contra todos os ataques à classe trabalhadora impetrados pelo atual governo.  

Esta mobilização se une ao movimento estudantil que tem mais de 1200 escolas e universidades ocupadas em todo o Brasil, ação legítima de corajosos jovens para pressionar politicamente o poder público na defesa da educação e da democracia. Movimento de inegável importância para o processo democrático, que a mídia não cessa de criminalizar ou silenciar. 

Será o DIA NACIONAL DE PARALISAÇÃO E LUTA por Nenhum Direito a Menos, contra a PEC 55 e as Reformas do Ensino Médio e da Previdência! 

Se essas medidas e reformas (as quais são defendidas amplamente pela mídia sem informar devidamente a população de seus termos e suas consequências) forem aprovadas, podemos nos preparar para dias tenebrosos e um processo paulatino de empobrecimento e de precarização da classe trabalhadora jamais visto desde meados do século passado, além da privatização da escola pública, do ataque à docência e à democratização da educação como um todo.

Somos contra a perversidade e o retrocesso desses projetos em um país tão marcado pela desigualdade. Com o discurso da crise nas narrativas dos poderosos, a classe trabalhadora é levada ao medo, à paralisia e à aceitação da perda de direitos.

“Suprimir direitos e democracia e ampliar os recursos públicos para o lucro da iniciativa privada e do capital financeiro, destruindo o Estado brasileiro e a soberania nacional é o objetivo deles.” (Frente Brasil Popular).

Por essa razão, a Apropucc reitera que é papel de todo professor e professora contribuir para elevar o nível de consciência política dos alunos e alunas, debatendo e refletindo coletivamente sobre o atual momento de nosso país.

Como subsídios para esse debate, sugerimos e disponibilizamos abaixo um material que poderá ser visto, reproduzido ou lido em sala de aula para motivar o debate.

Além das diversas mobilizações de trabalhadores, o dia 11 será finalizado com um ato político a favor da democracia e dos direitos a partir das 17h, no Largo do Rosário, em Campinas. Todos estão convidados!

Desta maneira, nos unimos a tantas organizações e instituições da mais alta idoneidade e reconhecimento público na defesa da democracia e no repúdio às medidas que sacrificam o povo brasileiro e favorecem os poderosos de sempre.

 

Subsídios para reflexão e debate – Motivos para parar dia 11

Sinpro Campinas e Região:

http://www.sinprocampinas.org.br/noticias/noticias/motivos-para-parar-dia-11-de-novembro-nao-faltam/

Nota da CNBB:

Nota pública da Contee:

Nota Associação Juízes Federais:

Matérias sobre a Reforma do Ensino Médio:

Vídeos apropriados para o debate:

 

 

 

 

Artigos relacionados

informativos

Carta Capital: Sem investimento em ciência, o Brasil não terá solução

Ao final de cada ano, várias retrospectivas são publicadas. Muitas sobre economia ou negócios, outras sobre dinheiro ou política. Não foi surpresa a publicação das 70 maiores personalidades bilionárias do

informativos

Aula Pública sobre Legislação Penal, Política Criminal e Racismo

A UEE/SP (União Estadual dos Estudantes de São Paulo), entidade de representação dos estudantes universitários do Estado, e o Núcleo de Consciência Negra Tereza de Benguela dos Estudantes da PUC-Campinas e o

informativos

Debate sobre as Reformas Previdenciária e Trabalhista

O deputado Orlando Silva (PCdoB), presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviços Públicos da Câmara Federal, participa de um debate na próxima segunda-feira (10), às 19 horas, no Salão

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!