Dia 23/07 é prazo final para se sindicalizar e poder votar nas Eleições do Sinpro

O Sindicato dos Professores de Campinas e Região realizará entre os dias 23 e 27 de outubro deste ano, as eleições para a escolha da Diretoria para o triênio 2018-2021.

O professor ou professora que quiser participar das eleições como votante deverá estar sindicalizado até o dia 23 de julho, caso contrário não estará apto a votar. Como o prazo para se sindicalizar e poder votar vencerá no período de férias dos diretores e funcionários do Sindicato, as sindicalizações que forem feitas pelo site: http://www.sinprocampinas.org.br/sindicalize-se/ serão aceitas, desde que feitas até a data limite e depois de serem aprovadas na primeira reunião de Diretoria.

Seguindo o cronograma, até 30 de setembro deverá ser publicado o edital de convocação das eleições e aberto o período de registro das chapas, que terão entre 25 de setembro e 9 de outubro para se inscrever.

O prazo para os filiados ao Sinpro quitarem débitos e poderem exercer o direito de voto nas eleições do Sindicato vence no dia 3 de outubro, devendo estar todas as mensalidades até agosto, inclusive, em dia.

No dia 6 de outubro, o Sinpro vai disponibilizar a listagem com os nomes dos filiados em condições de votar nas eleições.

Fonte: Sinpro Campinas e Região

Artigos relacionados

Notícias

LIVE: O que sustenta e a quem interessa o discurso do retorno às aulas presenciais?

A Contee realiza na próxima quarta-feira (30), às 19h30, um debate ao vivo, transmitido pelo YouTube e Facebook da Confederação, sobre o que sustenta e a quem interessa o discurso

Notícias

Fórum: “A Inspeção do Trabalho no Brasil e Reformas Trabalhistas”

“A Inspeção do Trabalho no Brasil e Reformas Trabalhistas” é o tema do Fórum Permanente de Políticas Públicas e Cidadania da Unicamp. Será dia 14 de setembro, das 9 às

Notícias

Sinpro Minas: Programa Extra-classe aborda impactos das reformas do Trabalho e da Previdência

O programa Extra-Classe, do Sinpro Minas, aborda os impactos das reformas trabalhista e previdenciária no país. Os projetos de reforma apresentados pelo governo Temer começaram a tramitar no Congresso e

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!