Chopp comCiência aborda causa e controle da Febre Amarela

O tema em debate na próxima edição do Chopp comCiência é “Febre Amarela: causa e controle”. O encontro acontece no dia 20 de março, das 20 às 22 horas, no Alzirão Empório e Bar, localizado na rua Francisco de Barros Filho, 432 – Barão Geraldo, Campinas.

No encontro, serão discutidos o que são esses agentes, o porquê dessa explosão nos últimos anos e o impacto dos vetores e dos reservatórios naturais para a transmissão e disseminação dessas doenças. Com o objetivo de esclarecer tais questões sobre o assunto, o evento conta com a presença com do professor do Instituto de Biologia (IB), José Luiz Módena, e do médico infectologista do Hospital de Clínicas (HC), Rodrigo Angerami.

Realizado desde 2016, o Chopp comCiência já promoveu 55 encontros com um público aproximado de 3 mil pessoas. Em formato de sarau científico, procura responder a algumas inquietações da sociedade ao debater temas de diversas áreas do conhecimento, promovendo a interação entre pesquisadores e o público, que participa com perguntas e a liberdade de contribuir com informações de suas próprias experiências profissionais e pessoais.

O Chopp comCiência é gratuito e aberto ao público em geral. Mais informações na página do evento.

choppeciencia_0_0

Fonte: Unicamp

Artigos relacionados

Notícias

Debate: Democracia Direta em Perspectivas

No sábado (28), às 14h, acontece o debate “Democracia Direta em Perspectivas” organizado pelo Coletivo Vírus  com apoio do Sindipetro Unificado/Campinas (Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo).

Notícias

Processo eleitoral do Sinpro Campinas tem uma chapa inscrita

A eleição para a escolha da nova diretoria do Sindicato dos Professores de Campinas e Região terá chapa única. O prazo de inscrição de chapas terminou no dia 3 de

Notícias

Jurista abandona direito e adota Freud para entender sentença de Moro

Em artigo publicado no livro disponível para download Comentários a uma sentença anunciada – o processo Lula, a jurista Cristiane Brandão, professora adjunta de Direito Penal e Criminologia da Universidade Federal do

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!