Juiz propõe prorrogação da Convenção Coletiva por mais 45 dias

O vice-presidente judicial do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), desembargador Carlos Alberto Husek, propôs a prorrogação da Convenção Coletiva dos professores de educação básica por 45 dias, a partir de 2 de abril (data em que as cláusulas atuais não estariam mais garantidas) até dia 16 de maio. A proposta foi feita durante a primeira audiência de conciliação no TRT, realizada na sexta-feira, dia 23.

A prorrogação é importante pois garante a continuidade dos diretos da categoria durante as próximas rodadas de negociação.

O Sinpro Campinas e região instaurou dissídio coletivo no TRT na 4ª feira (21), após a recusa dos representantes patronais em prorrogar à vigência da Convenção Coletiva e insistência na redução drástica dos direitos da categoria. Outros 22 sindicatos filiados à Fepesp também ingressaram com ação.

Durante esse prazo, deverão prosseguir as negociações entre os sindicatos integrantes da Fepesp e o setor patronal. A próxima rodada de negociação está marcada para amanhã, dia 27/03. O presidente do Sinpro, Carlos Virgilio Borges, o Chileno, estará presente na reunião.

Fonte: Sinpro Campinas

Artigos relacionados

informativos

O Bird, a Kroton e os tentáculos privatistas sobre a educação

Em artigo, coordenadora da Contee reflete sobre os impactos do empréstimo do Brasil com o Bird e a recente compra anunciada pela Kroton Educacional Por Madalena Guasco Peixoto (*) Duas

informativos

Audiência Pública debate Juizados de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher

Nesta terça-feira (24), das 19 às 22h, no Salão Vermelho da Prefeitura, acontece a Audiência Pública “Juizados de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher: Desafios e Perspectivas para a

informativos 0 comentários

“Mercantilização” do ensino avança no Congresso Nacional

Parlamentares da bancada do PCdoB criticaram a aprovação da reforma do Ensino Médio (MP 746/16) na quarta-feira, dia 14. O texto prevê retrocessos como a extinção das disciplinas de artes,

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!