Lançamento do Manifesto em Defesa da Escola Sem Censura

Nesta quarta-feira (27), a partir das 19h, no Colégio Carlos Gomes, lançaremos o Manifesto em Defesa da Escola Sem Censura num ato em defesa dos educadores e contra a perseguição promovida pelo projeto “Escola Sem Partido.

O projeto não foi aprovado na última Legislatura Federal, mas projeto semelhante já foi reapresentado há poucos dias. As entidades estão cada vez mais preocupadas com os ataques a liberdade de cátedra e às práticas educacionais que possibilitam a formação crítica e reflexiva aos estudantes. Além disso, o projeto “Escola Sem Partido” restringe conteúdos de ensino a partir de uma premissa de que deve haver neutralidade do conhecimento, possibilitando a perigosa prática de censura em sala de aula, o que poderá resultar na criminalização da atividade docente.

Além da Apropucc, participam da organização e assinam o manifesto a ADunicamp (Associação dos Docentes da Unicamp), o STU (Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp), o Sinpro-Campinas (Sindicato dos Professores de Campinas) e a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo).

O Colégio Carlos Gomes fica na Avenida Anchieta, 80, Centro de Campinas.

WhatsApp Image 2019-02-26 at 11.18.07

Fonte: ADunicamp

Artigos relacionados

Notícias

Ciclo de Debate: O momento político atual e os desafios da classe trabalhadora

Nesta sexta-feira (10), das 8h30 às 18h, acontece o Ciclo de Debates “O momento político atual e os desafios da classe trabalhadora”. O evento tem como objetivo auxiliar na compreensão

Notícias

Sinpro Campinas recebe textos sobre candidatos a vereador e a prefeito

Os professores têm até o dia 22 de agosto para enviar seus textos para defender e apresentar seus candidatos a vereador e a prefeito nas eleições municipais de outubro. O

Notícias

Moção de Solidariedade aos professores da Unimep

A diretoria da Apropucc aprovou Moção de Solidariedade aos professores da Unimep que estão sofrendo pressão e demissão decorrente do movimento sindical que luta por salários e melhores condições de trabalho. Confira

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!