Carta reúne mais de 200 assinaturas em defesa do Estado Democrático de Direito

Neste 7 de Setembro, data que marca o bicentenário da Independência do Brasil, mais de 200 cidadãos e cidadãs e 13 entidades reafirmaram o seu compromisso com a Constituição Federal de 1988 ao assinar a “Carta da APROPUCC, CES e SINPRO CAMPINAS em Defesa da Democracia no Brasil”.

A Carta repudia as ameaças de ruptura da ordem democrática e alerta para a gravidade da conjuntura: “Nestas eleições estamos diante do desafio de eleger a retomada da construção democrática no país ou o retorno ao passado obscuro do autoritarismo e consequente aprofundamento das desigualdades e violências entre os brasileiros e brasileiras de hoje.”.

A APROPUCC (Associação dos Professores da PUC-Campinas), o SINPRO CAMPINAS (Sindicato dos Professores) e o CES (Centro Nacional de Estudos Sindicais e do Trabalho), organizadores do documento, sempre pautaram suas ações na defesa da democracia, da liberdade, da justiça social, da soberania e da vida.

Neste momento crítico, próximo às eleições gerais, essas entidades decidiram não se calar e resistir, mais uma vez, diante das medidas antidemocráticas tomadas pelo Governo Federal.

A mobilização pela carta cumpriu seu papel ao reunir professores/as, estudantes, sindicalistas, entidades e integrantes da sociedade civil, que de forma firme e cidadã se posicionaram em defesa da realização de eleições livres, do respeito aos resultados nas urnas e da manutenção do Estado Democrático de Direito e contra qualquer ruptura constitucional.

Neste dia simbólico para a história do Brasil, parabenizamos todas, todos e todes que resistem bravamente conta qualquer ameaça autoritária que ronda o nosso país.

Viva a Democracia!

Viva o Brasil!

CLIQUE AQUI para ler a íntegra da “Carta da APROPUCC, CES e SINPRO CAMPINAS em Defesa da Democracia no Brasil”

 

Artigos relacionados

Notícias

Proposta da nova Previdência ainda tem vários pontos críticos, analisa Clemente Ganz Lúcio

O projeto de reforma da Previdência avançou na Câmara dos Deputados, depois de receber reação contrária de parte da sociedade, em especial dos movimentos sindical e social, que repudiam as

Notícias 0 comentários

Nota da Apropucc sobre CPI dos Trotes

No final de maio a Apropucc protocolou na reitoria da PUC-Campinas um abaixo-assinado em apoio à professora Lúcia M. Quintes D. Gomes pela coragem e exemplo ético de ter sido

Notícias

Os desafios para as escolas garantirem os direitos dos estudantes trans

Embora os estudantes trans possam usar seus nomes sociais nos registros escolares, redes precisam superar transfobia e promover inclusão  O estudante trans Lucas Mateus, 17 anos, conseguiu terminar o terceiro

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!