Dia do Trabalhador marca luta de resistência contra retrocessos e perda de direitos

1demaio2016

Apropucc na luta pela democracia ao lado juventude campineira

Cerca de 1500 pessoas compareceram à Praça de Esportes no DIC VI em Campinas, na tarde de ontem, 1º de maio, no ato político e cultural do Dia do Trabalhador para denunciar o ataque à democracia, que não é só contra o governo ou a presidenta, mas contra todos os trabalhadores brasileiros.

Participaram da atividade, representantes de vários movimentos sociais, sindicais, partidos políticos, centrais sindicais, políticos, entre outros setores da sociedade. As entidades protestaram em defesa dos direitos sociais e da democracia, contra os ajustes e os retrocessos na luta dos trabalhadores.

A Frente Brasil Popular – Campinas, organizadora do ato, acredita que caso Michel Temer (OMDB) assuma a presidência do país, seu projeto chamado de “Ponte para o Futuro” representará um duro golpe às conquistas históricas da classe trabalhadora. Somado a isso temos, atualmente, tramitando no Congresso Nacional, 55 projetos que propõem a retirada de direitos trabalhistas. Entre eles estão os projetos que instituem a terceirização; a reforma da previdência; a cobrança de mensalidades nas universidades públicas; a precarização das condições de trabalho do funcionalismo público; a prerrogativa do negociado sobre o legislado, ou seja, patrão e empregado “combinam” entre si acordos referentes ao salário, descanso semanal remunerado, pagamento de horas extras e outros itens, ignorando a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Além disso, temos visto o crescente desmonte do serviço público através de medidas privatistas na educação, saúde, etc.

1demaio2016_capa

Apropucc, Sinpro Campinas e UBM em defesa dos professores

As entidades que organizaram o ato expressaram sua preocupação com os rumos da política brasileira e foram unanimes em reafirmar a necessidade de unidade da classe trabalhadora para resistir à perda de direitos conquistados democraticamente.

Vale ressaltar que, a Apropucc é uma das entidades que integra a Frente Brasil Popular – Campinas e esteve no ato para somar forças na luta contra a precarização das condições de trabalho dos professores. Esteve presente ao ato a vice-presidente da entidade, Silvana Suaiden.

O ato político e cultural foi encerrado com o show da cantora e deputada estadual Leci Brandão (PCdoB).

Artigos relacionados

Notícias

Promotoras e procuradoras rejeitam ‘Escola sem Partido’

O Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público se manifestou contra a Escola sem Partido. A proposta avança em diversos municípios e também na esfera federal, onde o Projeto de Lei (PL)

Notícias 0 comentários

Escola Sem Partido prega perseguição a professores nas redes sociais

Foi destaque ontem (1°) no site Diário do Centro do Mundo uma postagem da página do movimento Escola Sem Partido no Facebook instruindo pais e responsáveis a “acompanhar as postagens dos professores”

Notícias 0 comentários

XII Concurso de Contos e Poesias

O Sindicato dos Professores de Campinas e Região está com inscrições abertas para o Concurso de Contos e Poesias. Em sua décima segunda edição, o Concurso de Contos e Poesias

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!