Campanha Salarial 2019: Educação Básica

Na primeira rodada de negociação da campanha salarial 2019 na Educação Básica, realizada nesta quinta-feira, 24, o patronal mostrou que ainda está sob o impacto da bem sucedida mobilização que mostramos no ano passado: unidos, defendemos nossa convenção coletiva e os donos de escola tiveram que aceitar manutenção de nossos direitos sem qualquer corte de férias, recesso, bolsas de estudo, como queriam.

Mas hoje o representante das escolas arrastou o pé. Usou da velha estratégia de adiar a discussão e não se posicionou sobre nossas reivindicações. “Temos que consultar nossa categoria”, disse, “temos que fazer nossa assembleia”, alegou, como se já não tivesse tido tempo suficiente para isso, desde que protocolamos nossa pauta em 6 de novembro.

Agora, o desafio é ainda maior. Na atual conjuntura política crise política. E para defender o que já conquistamos, nossa união é o que conta.

De nosso lado, teremos a reunião de todos os sindicatos integrantes da Fepesp no Estado na próxima terça-feira, dia 29, para preparar nossa estratégia de mobilização nesta campanha.

Duas novas rodadas de negociação já foram marcadas, em 12 e 26 de fevereiro, com a possibilidade de se acrescentar data intermediária se necessário.

Até lá, todos atentos. Fique de olho nos avisos do sindicato.

E pode se preparar: este ano, a assembleia será em dia de aula! Já estamos programando a assembleia geral, em fevereiro, e essa será durante a semana, com a sua falta abonada. Todos terão sua falta abonada para comparecimento na assembleia.

Por que é assim que se faz: nossa união é o que conta.

Fonte: Sinpro Campinas

Artigos relacionados

informativos

Lançamento do Plano Popular de Emergência em Campinas

Desde quando a democracia foi duramente atacada com o golpe que tirou a presidenta Dilma Rousseff, a situação econômica, institucional e política só se agravaram. Hoje, diante do agravamento de

informativos

10 de Novembro: Dia Nacional de Paralisações e Mobilizações

Na próxima sexta-feira (10), a partir das 17h, no Largo do Rosário, acontece o ato pelo “Dia Nacional de Paralisações e Mobilizações” em Campinas. A mobilização nacional acontece na véspera

informativos

Nota de Apoio da Apropucc à greve na Unimep

Tendo em vista a situação caótica instalada pela Rede Metodista e os prejuízos causados aos professores, estudantes e funcionários da Unimep, a diretoria da Apropucc expressa publicamente apoio à greve

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!