Grito d@s Excluíd@s de Campinas 2019

Neste sábado, 7 de setembro, tem a 25ª edição do Grito d@s Excluíd@s de Campinas, a partir da 9h, no Largo do Pará.

Com o tema “Vida em Primeiro Lugar” e o lema “Este sistema não vale: LUTAMOS POR JUSTIÇA, DIREITOS E LIBERDADE”, o Grito, mais uma vez, se apresenta como um espaço de luta, denúncia, voz e vez de milhares de excluídos e excluídas no Brasil.
Será um momento de encontro e de compartilhar das nossas lutas na defesa da vida, dos direitos, da justiça , contra toda a criminalização que nosso povo sofre e, principalmente, por liberdade de ser, viver e amar do jeito que quisermos.

Como surgiu o Grito d@s Excluíd@s?

A proposta do Grito dos Excluídos e Excluídas surgiu em 1994, a partir do processo da 2ª Semana Social Brasileira, da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), cujo tema era Brasil, alternativas e protagonistas, inspirada na Campanha da Fraternidade de 1995, com o lema: “A fraternidade e os excluídos”.

Entre as motivações que levaram à escolha do dia 7 de setembro para a realização do Grito estão a de fazer um contraponto ao Grito da Independência.  O primeiro Grito dos Excluíd@s foi realizado em 7 de setembro de 1995, tendo como lema “A vida em primeiro lugar”, e ecoou em 170 localidades.

A partir de 1996, o Grito foi assumido pela CNBB que o aprovou em sua Assembleia Geral, como parte do PRNM (Projeto Rumo ao Novo Milênio – doc. 56 nº 129). A cada ano, se efetiva como uma imensa construção coletiva, antes, durante e após o 7 de Setembro.

Mais do que uma articulação, o Grito é um processo, é uma manifestação popular carregada de simbolismo, que integra pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos. Ele brota do chão, é ecumênico e vivido na prática das lutas populares por direitos.

A proposta não só questionar os padrões de independência do povo brasileiro, mas ajudar na reflexão para um Brasil que se quer cada vez melhor e mais justo para todos os cidadãos e cidadãs. Assim, é um espaço aberto para denúncias sobre as mais variadas formas de exclusão.

Hoje o Grito d@x Excluíd@s conta com o apoio de diversas entidades dos movimentos popular, sindical, estudantil, entre outros segmentos.

Fonte: https://www.gritodosexcluidos.com

Artigos relacionados

Notícias

Temer oferece bilhões aos deputados para mexer na sua aposentadoria

Traído por sua própria base e aprovado por apenas 4% dos brasileiros, Michel Temer cedeu à chantagem do Congresso e vai aliviar a dívida de grandes inadimplentes com o fisco;

Notícias

Silvana Suaiden é eleita como representante docente no CONSUN

Os professores da PUC-Campinas escolheram a professora Silvana Suaiden, para representante docente no Conselho Universitário (CONSUN) da PUC-Campinas. Vale destacar que a docente é presidente da Apropucc. O resultado foi divulgado

Notícias

Reforma da Previdência ‘subiu no telhado’, diz Paim

CPI da Previdência deve apresentar na semana que vem relatório que mais uma vez contesta o alegado déficit no sistema. Segundo o senador, são os bancos que pressionam pela reforma

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!