Como funciona o abono de falta?

Como funciona o abono de falta?

Professor(a),

A ASSEMBLEIA conjunta da Apropucc e do Sinpro contará COM ABONO DE FALTA A Apropucc e o Sinpro solicitaram à reitoria da PUC-Campinas, com 15 dias de antecedência, a autorização para realizar uma assembleia com abono de falta, que consta como direito nosso na Convenção Coletiva.

Na semana passada recebemos a resposta positiva da instituição e procedemos à divulgação entre os docentes. Isso significa que os docentes que dela participarem terão a falta abonada mediante a assinatura da lista de presença que se encontrará no local da assembleia e será enviada à reitoria após sua realização. Como de praxe, não será necessário assinar ponto nem repor aulas desse horário. O docente poderá remanejar seu conteúdo entre as aulas restantes no semestre. Caso o docente\curso veja a necessidade de repor tais aulas, estas deverão ser devidamente remuneradas.

Os assuntos propostos como pauta da assembleia contemplam a discussão sobre a Campanha Salarial (com caráter deliberativo na assembleia do último sábado (21)) e questões relacionadas a uma possível retomada de um Acordo Interno, como carreira docente, redução de carga horária e perda de horas PSI por choque horário e outros assuntos de interesse da categoria.

Portanto, professor(a), é fundamental a sua participação nessa assembleia, para aprofundarmos avanços na Campanha Salarial e a defesa das condições do trabalho docente.

Venha! Participe, fortaleça a categoria docente e colabore com nosso luta conjunta!

assem

Artigos relacionados

Notícias

Movimento pela Ciência e Tecnologia Pública inicia ciclo de debates sobre as eleições

Primeiro evento acontece dia 30, com a participação de Frei Betto, Bia Barbosa e Ricardo Antunes O ciclo de debates ELEIÇÕES 2018, realizado pelo Movimento pela Ciência e Tecnologia Pública

Notícias

Centrais farão jornada de luta contra reforma no dia 19/02

As Centrais Sindicais – CSB, CTB, CUT, Força, Intersindical, Nova Central e UGT -,  realizam em 19 de fevereiro um Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência. Sob o

Notícias

Dia do Trabalhador marca luta de resistência contra retrocessos e perda de direitos

Cerca de 1500 pessoas compareceram à Praça de Esportes no DIC VI em Campinas, na tarde de ontem, 1º de maio, no ato político e cultural do Dia do Trabalhador

1 comentário

Deixe um comentário