Candidatos a vereador do PSD, PSOL, PDT, PHS, PRB participaram de sabatina

Candidatos a vereador do PSD, PSOL, PDT, PHS, PRB participaram de sabatina

A primeira sabatina com candidatos à Câmara Municipal de Campinas aconteceu segunda-feira (19) e contou com a presença de cinco candidatos que apresentaram suas ideias sobre o tema “O Legislativo e as Políticas Públicas para a Educação e a Saúde”.

Devido ao grande número de candidatos a vereador na cidade, mais de 800 inscritos, participaram dos encontros um candidato indicado por partido, que foram divididos em três etapas de sabatinas.

Compareceram Marcelo Duchovni Silva (PSD), Raquel Guzzo (PSOL), Robson Godoi (PDT), Vanessa Cristina Ferreira (PHS) e Vilson França (PRB).

O evento foi uma iniciativa da Apropucc em parceria com o Sinpro Campinas e CACI (Coordenadoria Geral de Atenção à Comunidade Interna) da PUC-Campinas.

Na abertura as entidades organizadoras saudaram os presentes. A diretoria da Apropucc aproveitou para destacar a importância das sabatinas, tradicionalmente organizadas pela entidade, que se configuram como um espaço para que os candidatos com pontos de vista diferentes possam apresentar os seus argumentos e também sanar as dúvidas da população.

Na sabatina, os candidatos puderam apresentar sua candidatura, expor suas propostas e responder perguntas feitas pelos estudantes, professores e funcionários da Universidade, além do público em geral.

debate-vereadores-19-set-_-fabiana-ribeiro-8521-min-menor

Raquel Guzzo (PSOL)

Entre os principais temas abordados pelo evento esteve o projeto denominado “Escola Sem Partido”, que está em discussão no Congresso Nacional.

A candidata Raquel Guzzo (PSOL) destacou que a Escola Sem Partido é uma escola que hipocritamente propõe uma lavagem cerebral nas crianças através de uma educação que é chamada de “educação bancária”, que é aquela educação em que a relação entre professor e aluno está posta: quem ensina é o professor e quem aprende é o aluno, e este último não pode fazer nenhuma discussão sobre aquilo que está aprendendo. “Nós defendemos uma escola com participação crítica. Uma escola onde o pensamento crítico seja ensinado e isso não significa uma manipulação, uma lavagem cerebral, uma doutrinação de uma posição partidária ou do professor sobre os seus alunos”, disse.

debate-vereadores-19-set-_-fabiana-ribeiro-8183-min

Vanessa Cristina Ferreira (PHS)

Já Vanessa Cristina Ferreira (PHS) disse ser favorável ao projeto Escola Sem Partido. “Acho que a gente não tem que ter partido nenhum dentro da escola. Cada um tem uma ideia, então é um consenso que os educadores e os pais deveriam também chegar numa ideia para poder seguir uma linha. Minha defesa é de ter um conjunto de participantes como psicólogos e profissionais que façam esse debate”, explicou.

Para Robson Godoi (PDT) a Escola Sem Partido parece uma conversa “um tanto quanto errônea” porque a estimulação da discussão de política dentro da escola deve ser feita para formar pessoas pensantes “Nós precisamos

Robson Godoi (PDT)

Robson Godoi (PDT)

de seres pensantes que formarão a sociedade daqui por diante. São eles que vão quebrar a pirâmide social. São essas crianças pensando que vão levar aquela parte debaixo da pirâmide social para cima e dar a todos uma condição melhor de vida”. Segundo ele, a educação é o elemento que mexe nessa pirâmide social. “A gente tem que estimular essas crianças a indagar se a política feita pelo governo é correta ou não. Não estou falando de doutrinação de determinada coisa ou de outra linha de raciocínio, estou falando de discussão sadia do que acontece na sociedade” defendeu.

debate-vereadores-19-set-_-fabiana-ribeiro-8216-min

Marcelo Duchovni Silva (PSD)

Marcelo Duchovni Silva (PSD) seguiu na mesma linha ao afirmar que estamos vivendo uma transformação política muito grande e que os alunos têm que saber e discutir com os professores em sala de aula, que é o ambiente mais saudável possível, tudo o que está acontecendo na sociedade. “O professor não pode favorecer nem prejudicar o aluno. Tem que ser como a professora Raquel [Guzzo] falou: um debate saudável onde todo mundo possa colocar a sua opinião e debater. A gente não pode fechar os olhos para uma sociedade moderna e para o que está acontecendo em nossa cidade, nosso estado e no mundo”, afirmou.

Vilson França (PRB)

Vilson França (PRB)

Vilson França (PRB) defendeu que “tem que haver o debate porque estimula o cidadão como um todo. O que não pode ter é uma tendência partidária porque isso é muito complicado e em algumas questões a gente até viu isso no passado. Mas o debate tem que ser estimulado para criar cidadãos conscientes e isentos de qualquer coisa”.

Também foram discutidos temas como gestão de recursos públicos, privatização e terceirização dos serviços públicos, políticas públicas de incentivo à leitura, desvio de dinheiro e corrupção, debate de gênero na escola, Educação Infantil, entre outros temas.

A sabatina foi mediada pelo sociólogo, jornalista e coordenador do Departamento de Comunicação Social da PUC-Campinas, professor Wagner José Geribello. Ele finalizou o encontro desejando que as eleições municipais sejam marcadas pela civilidade e respeito como ocorreu na sabatina.

Fotos: Fabiana Ribeiro

 

Artigos relacionados

Notícias

Mês do professor terá oficina de cinema

Em homenagem ao Dia do/a Professor/a, o Sinpro Campinas organizou várias atividades neste mês. Entre elas, a palestra “O Cinema como Agente de Transformação”, com os palestrantes Gustavo Ricciardi F. Aguiar,

Notícias

#13A – Dia Nacional de Luta pela Educação e Aposentadoria (Campinas)

As Centrais Sindicais, Movimentos Estudantis, Movimentos de Moradia e demais Movimentos Sociais estão organizando o dia 13 de agosto (#13A), o Tsunami da Educação. Será um dia de atos, mobilizações,

Notícias

Centrais organizam Assembleia da Classe Trabalhadora dia 20/2

Reunidas nesta quinta (24), as centrais sindicais (CTB, CSB, CUT, Força Sindical, Nova Central, Intersindical, CSP-Conlutas, CGTB) afinaram as propostas de agenda e aprovaram a organização de uma grande Assembleia

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!