Fepesp no Congreso de Juízes do Trabalho: Em defesa da homologação no Sindicato

Fepesp no Congreso de Juízes do Trabalho: Em defesa da homologação no Sindicato

A homologação no Sindicato deve ser respeitada, ‘sob pena de haver retiradas de direitos trabalhistas e enfraquecimento da organização sindical laboral’.

No 19º Congresso Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho – XIX Conamat – o Dr. Bruno Bombarda, do Departamento Jurídico da Fepesp, defende tese importante sobre o embasamento legal da manutenção de homologações de dispensa nos Sindicatos. A tese completa de Bruno está aqui: https://goo.gl/Q6EKvs

Este XIX Conamat segue até este sábado, dia 5 de maio, em Belo Horizonte. É o congresso organizado pela Anamatra, a associação nacional dos juízes do trabalho que, no ano passado, votou pela condenação, por inconstitucional, dos principais pontos da ‘reforma’ trabalhista.

Agora, continua o questionamento da ‘reforma’ neste congresso. A homologação de dispensas no sindicato é um de seus pontos críticos, pois permite a fiscalização de condições de trabalho e de ajustes de direitos. “A obrigatoriedade da assistência sindical na rescisão do contrato de trabalho, independentemente do tempo de serviço, e o seu consequente procedimento devem ser respeitados, sob pena de haver retiradas de direitos trabalhistas e enfraquecimento da organização sindical laboral”, afirma o Dr. Bombarda em sua tese, desenvolvida em parceria com a Dra. Zilmara Alencar, de Brasília..

Assista ao vivo ao XIX Conamat aqui: https://www.youtube.com/user/tvanamatra

Fonte:Fepesp

Artigos relacionados

Destaques

Reforma Trabalhista deve ser aplicada à luz da Constituição

A Lei 13.467/17, relativa à Reforma Trabalhista, vigente desde o dia 11 de novembro de 2017, não pode ser aplicada aos processos ajuizados antes desta data. A reforma deve ser aplicada

Destaques

A ofensiva do capital contra o ensino

Em artigo, coordenador da Contee (*) reflete sobre mais uma etapa da investida do capital sobre o ensino com a recente aquisição da Somos Educação pela Kroton Educacional A recente

Destaques

TRT mantém decisão e anula alterações na carreira docente da PUC-Campinas

Em 2006, entrou em vigor o novo plano da carreira docente da PUC-Campinas que, dentre outras mudanças, estabeleceu que as horas-pesquisa, antes chamadas horas-dedicação, valeriam 60% do valor referência da

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!