Não vamos aceitar o desmonte da Educação Pública!

A Apropucc repudia a decisão do governador Alckmin (PSDB) de promover a separação física total entre as escolas dos anos iniciais do Ensino Fundamental, escolas dos anos finais do Ensino Fundamental e escolas de Ensino Médio.

A decisão arbitrária e sem diálogo com a sociedade não levou em conta a opinião nem as necessidades de estudantes, professores e pais. Além do mais, a proposta não melhora a qualidade da Educação Pública, ao contrário, poderá causar um amplo processo de fechamento de escolas, de superlotação de classes e de demissão de professores.

Para combater esse desmonte que só trará transtornos às famílias dos estudantes e à vida dos professores e uma série de outros prejuízos à Educação Pública Estadual, a Apeoesp está convocando todos para o ato “Grito pela Educação Pública de Qualidade no Estado de São Paulo”. Será no dia 29 de outubro, às 15h, no Vão Livre do MASP.

Não vamos aceitar o desmonte da Educação Pública!

escolas_fechdas

Imagem da Capa: Não fechem minha escola. Todos Juntos contra a “Reorganização”/Facebook

Artigos relacionados

Notícias

Comunicado Sinpro Campinas | Dissídio do Ensino Superior

Confira o comunicado da direção do Sinpro Campinas sobre o cumprimento das obrigações referentes à PLR, Para a os docentes de Ensino Superior Referência: Cumprimento das obrigações referentes à PLR,

Notícias 0 comentários

21º Grito dos Excluídos de Campinas

Na próxima segunda-feira, 7 de Setembro, a partir das 9h, na saída do Túnel Joá Penteado, acontece o 21º Grito dos Excluídos de Campinas. Este ano o lema “Vida em

Notícias

Prazo para requerer 1ª parcela do 13º salário vai até 31 de janeiro

O professor que pretende receber a metade do 13ª salário junto com as férias de julho de 2016 tem até o dia 31 de janeiro para requerer o benefício. O

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!