Encontro Vozes busca refletir participação de mulheres na Filosofia

O Encontro Vozes adota como tema “As Mulheres na Filosofia”, durante os dias 20 a 22 de março, nos auditórios I e II do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp. O evento é promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia e trata-se da segunda edição, que foi realizado pela primeira vez em julho de 2017 pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A área de filosofia no Brasil é marcada por um desiquilíbrio de gênero gritante: 73% do corpo docente dos Programas de Pós-Graduação é composto por homens e apenas 21% por mulheres. No corpo discente, a baixa presença de mulheres é motivo de grande preocupação: 73% são homens e 27% são mulheres. O II Encontro Vozes: As Mulheres na Filosofia reunirá docentes, pesquisadoras e pesquisadores vinculados a diversas universidades brasileiras empenhados em refletir sobre essa questão a partir de diversos pontos de vista. Pretende-se pensar sobre as barreiras institucionais, simbólicas e materiais que se impõem às mulheres na área de filosofia; sobre a experiência docente e discente, bem como tematizar o silenciamento das mulheres e o seu apagamento da história da filosofia.

A programação completa e outras informações estão disponíveis na página do evento.

II Encontro Vozes: As Mulheres na Filosofia

Artigos relacionados

Notícias

APROPUCC realiza debate sobre “Direitos Humanos: Crise e Perspectiva”

Na semana que vem, celebramos o Dia Internacional dos Direitos Humanos. Para registrar a importante conquista da Declaração Universal dos Direitos Humanos, no dia 09/12 (quinta-feira), às 18h30, vamos realizar

Notícias

Ministério Público divulga normas de proteção à saúde dos professore durante a pandemia

Nota Técnica – GT COVID-19 –Ministério Público do Trabalho/Procuradoria Geral do Trabalho Conheça a íntegra da “Nota Técnica para a atuação do Ministério Público do Trabalho na defesa da saúde e

Notícias

Artigo: Terceirização, reforma trabalhista e o STF como inimigo

Por José Geraldo de Santana Oliveira* Se para algum fiel defensor da Ordem Democrática ainda havia alguma dúvida sobre o explícito apoio do Supremo Tribunal Federal (STF) à impropriamente chamada

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!