Outubro Unificado em Defesa da Educação e d@s Professor@s

Outubro é o mês do professor e da professora. Neste ano, as entidades que atuam na área da Educação do setor público e privado estão se reunindo para defender a Educação como o principal patrimônio do qual depende o presente e o futuro do povo brasileiro.

Os governos Federal e Estadual têm realizados sucessivos ataques à Educação. E ao contrário do que dizem, não é por causa da “crise” ou por falta de dinheiro que fecham escolas, cortam bolsas e contingenciam verbas dos Institutos de Pesquisas e das Universidades Públicas, mas em benefício das corporações estrangeiras de investidores que vêem na Educação um grande negócio.

Pela gravidade da situação essas entidades estão construindo uma Frente Ampla de Educação de Campinas e Região e organizando um calendário unificado que prevê várias atividades.

As entidades estão organizando atividades como Ciência na Praça (exposição de projetos pedagógicos inovadores e pesquisas científicas); exibição de documentários; torneio de futebol, sarau, festa temática, entrega de medalha Darcy Ribeiro, Assembleia Universitária Extraordinária da Unicamp, debate e lançamento de livro, além de ações culturais e artísticas.

A intenção é alertar a população de que nenhum país se desenvolve e chega à sua independência e soberania sem educação de qualidade.

A proposta de calendário está sendo fechada pelas entidades, em breve disponibilizaremos em no site e nas nossas redes sociais.

 

Fonte: Boletim do STU

Artigos relacionados

Notícias

10ª Bienal da UNE será em Fortaleza

A prévia da programação da 10ª Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE), que acontece de 29/01 a 1/02, em Fortaleza (CE), faz jus ao tema do evento, ”Feira da

Notícias

Pesquisa sobre Violência Contra a Mulher no Ambiente Universitário

O Instituto Avon/Data Popular elaborou uma pesquisa sobre a “Violência Contra a Mulher no Ambiente Universitário”. A pesquisa foi realizada ao longo de setembro e outubro de 2015 com universitários

Notícias

Dobra número de professores com transtornos mentais no Brasil

Uma recente pesquisa divulgada pela Globonews afirmou que o número de professores de escolas estaduais afastados por transtornos mentais ou comportamentais quase dobrou entre 2015 e 2016. De acordo com

0 comentários

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar esta matéria!